Logo Escolas Médicas

Notícias

Três novos cursos de Medicina : BAURÚ / PIRACICABA / SÃO JOSÉ DOS CAMPOS /SP

20/09/2017 18:22:07

USP - BAURÚ   - 42 VAGAS

ANHEMBI-MORUMBI - PIRACICABA

ANHEMBI-MORUMBI - SÃO JOSÉ DOS CAMPOS 

27/09/2016 10h36 - Atualizado em 28/09/2016 07h52

MEC anuncia Anhembi Morumbi para curso de medicina em São José

Instituição tem até 11 de outubro para entregar garantia de execução.
Com o documento, prazo para iniciar curso é de até um ano e meio.

 
O Ministério da Educação (MEC) anunciou nesta terça-feira (27) que a Universidade Anhembi Morumbi foi a instituição privada escolhida para oferecer o curso privado de medicina em São José dos Campos. A publicação foi feita no Diário Oficial da União.


De acordo com a portaria do MEC, a instituição tem até o dia 11 de outubro para entregar a garantia de execução da universidade. O prazo para o início do curso é de até um ano e meio após a assinatura do termo de compromisso e apresentação da garantia de execução.

A faculdade escolhida deve ofertar 100 novas vagas, segundo edital divulgado pelo MEC. Com isso, a região passará a contar com 220 vagas anuais em cursos de medicina, já que a Universidade de Taubaté oferece 60 vagas e a Universidade São Francisco, em Bragança Paulista, outras 60.

A criação de novos cursos de medicina em todo país faz parte do programa Mais Médicos, do governo federal. A ideia é que os alunos façam residência na rede pública de saúde e aumentem a oferta de atendimentos à população.

 

 

USP aprova curso de Medicina em Bauru

 

Universidade fará convênio com a Secretaria de Estado da Saúde para gestão compartilhada do hospital Centrinho

 

Por  - Editorias: Universidade

 

 

Atualizado 4 de julho, às 20h43

Centrinho funcionará como hospital-ensino para estudantes de Medicina, como já ocorre nos cursos de Odontologia e Fonoaudiologia da USP em Bauru – Foto: arquivo HRAC/Centrinho

Nesta terça-feira, 4 de julho, o Conselho Universitário (Co) da USP aprovou a criação de um novo curso de Medicina. Ele será vinculado à Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB) da USP e oferecerá 60 vagas no vestibular 2018, sendo 42 vagas via Fuvest e 18 pelo Sisu.

Durante a reunião, o reitor Marco Antonio Zago assumiu o compromisso com os conselheiros de que o curso será implantado concomitante à formalização de convênio com Secretaria de Estado da Saúde, que assumiria o Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais (HRAC), mais conhecido como Centrinho, a partir de 2018. A USP ficaria apenas com a gestão acadêmica do hospital. A cessão deverá ser formalizada por meio de um convênio.

Juntamente com a FOB, o Centrinho integra o campus da USP em Bauru e é especializado na reabilitação de pessoas com fissuras labiopalatinas, anomalias congênitas do crânio e da face, síndromes associadas a essas malformações e distúrbios da audição. Ele atende exclusivamente a usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) e é referência mundial na área.

De acordo com diretora da FOB e do Centrinho, Maria Aparecida de Andrade Moreira Machado, o hospital será utilizado para o ensino e pesquisa dos estudantes do novo curso de Medicina, assim como ocorre, atualmente, com alunos dos cursos de Fonoaudiologia e Odontologia da USP em Bauru.

O Centrinho é formado por duas unidades. A primeira concentra os 91 leitos e 200 consultórios. A unidade II é um prédio de 11 andares, com uma área total de aproximadamente 22 mil metros quadrados e está sendo utilizado apenas parcialmente – apenas o térreo e mais três andares estão ocupados. 

Com a parceria, a Universidade deixaria de gastar mais de R$ 2 milhões com a manutenção do hospital, segundo dado apresentado por Maria Aparecida. Caso a secretaria responda pelo espaço, Bauru ganharia 220 novos leitos que poderiam ser instalados na unidade II. Hoje, o Centrinho tem 69 mil pacientes ativos.

Novo curso de Medicina

De acordo com o pró-reitor de Graduação, Antonio Carlos Hernandes, o curso é para atender a uma grande demanda pelos cursos de Medicina da Universidade. Atualmente, os cursos de São Paulo e Ribeirão Preto somam 350 vagas e são as duas carreiras mais concorridas da Fuvest.

A proposta é aumentar gradativamente o número de vagas no curso oferecido em Bauru, com 80 vagas em 2020 e 100 vagas a partir de 2021.

“Esse curso será apoiado em metodologias ativas, ou seja, um projeto pedagógico centrado no estudante e com o professor como facilitador e mediador do processo de aprendizagem”, disse Hernandes.

 

 

A faculdade de medicina de Piracicaba (SP) abriu inscrições para o primeiro vestibular. A prova acontece em dezembro e seleciona os candidatos para a turma de 2018. No total, são 360 vagas para os três campi da Universidade Anhembi Morumbi que oferecem o curso.

Em Piracicaba, são 75 vagas para a primeira turma. Os interessados devem se inscrever pelo portal da Vunesp até 1º de novembro. As provas acontecem dia 9 de dezembro das 14h às 19h e o candidato pode escolher a cidade que vai realizar o vestibular no momento da inscrição.

O campus começou a ser construído dia 1º de agosto no Clube dos Médicos, na Avenida Rio das Pedras. O projeto prevê uma área construída de 5 mil metros quadrados. Na estrutura, serão 20 salas de aula, biblioteca, dois laboratórios de informática e 13 laboratórios de simulação em saúde: laboratório de estrutura e função, sala de habilidades, sala de habilidades específicas, laboratório multidisciplinar, hospital simulado, sala de briefing, consultórios e auditório simulado.

 

Serviço

 

O quê: Vestibular Medicina

Quando: Inscrições até 1º de novembro pelo site/Prova em 9 de dezembro

Onde: das 14h às 19h

Quanto: Taxa de R$ 402

 

enviar para amigo >>  
compartilhe >>
voltar

deixe sua opinião

Médicos, Residentes, Professores, Coordenadores de Escolas Médicas

clique aqui

Estudantes,
Acadêmicos de Medicina

clique aqui

NEWSLETTER

Nome:
Email:

EscolasMedicas.com.br © 2010

Logo Hidea