Notícias

EUA alteram exigências para médicos estrangeiros e Faculdade de Medicina de Valença é uma das poucas que atende aos requisitos

17/05/2019 09:27:10

Os Estados Unidos anunciaram mudanças em sua legislação no que diz respeito às exigências para médicos estrangeiros atuarem no país. Com a alteração, os médicos interessados em estagiar ou trabalhar no país norte-americano, a partir de 2023, deverão ter cursado a graduação em escolas médicas credenciadas pela Federação Mundial para a Educação Médica. O curso de Medicina do Centro de Ensino Superior de Valença (CESVA/FAA) é um dos poucos do Brasil que possui a certificação exigida pelos americanos. 

Apenas egressos de 32 instituições de ensino brasileiras teriam os requisitos necessários para atender às exigências americanas. São instituições que possuem escolas médicas acreditadas pelo SAEME (Sistema de Acreditação de Escolas Médicas), do Conselho Federal de Medicina (CFM). A organização é reconhecida pela Federação Mundial para a Educação Médica.

Os egressos do curso de Medicina do Centro de Ensino Superior de Valença estão entre os que, hoje, estariam aptos a realizar a prova para atuar no país norte-americano. É uma das poucas no Estado do Rio de Janeiro que possui a acreditação do SAEME. Para conceder o certificado às escolas médicas, o SAEME avalia diversos setores das instituições, como gestão, programa educacional, corpo docente, estudantes e o ambiente educacional.

O curso de Medicina do CESVA/FAA foi recentemente reconhecido como o melhor do Estado do Rio de Janeiro e está entre os três melhor do Brasil. Um dos diferenciais da instituição é contar com Hospitais próprios, como o Hospital Escola de Valença e a Maternidade Escola, que funcionam como ambiente de prática dos estudantes. Além de contar com um novíssimo laboratório semiotécnico, que possui robores de última geração, que simulam ações do corpo humano.



 

voltar