Escolas Médicas do Brasil

Cursos de medicina terão mais vagas - MEC indefere pedido de cursos de medicina no PR e AP

 07/03/2012

Cursos de Medicina terão mais vagas
Publicado em 07/03/2012

O governo federal quer aumentar a quantidade de médicos no Brasil e por isso vai lançar ainda neste ano um programa para a criação de mais vagas em cursos de graduação de Medicina. A ação também vai prever parcerias para que hospitais de "excelência" - como o Sírio-Libanês e o Albert Einstein - criem suas escolas.

O plano foi uma determinação da presidente Dilma Rousseff aos ministros Alexandre Padilha (Saúde) e Aloizio Mercadante (Educação). As medidas terão impacto em médio prazo e por isso uma solução mais rápida, embora polêmica, cogitada pelo Palácio do Planalto é incentivar a entrada de médicos de países vizinhos.

O governo pretende com isso elevar a quantidade de médicos para atingir até 2020 uma proporção de 2,5 profissionais por mil habitantes. O índice atual é de 1,8. Além disso, os ministérios pretendem melhorar a distribuição dos médicos no país.
Gazeta do Povo - Curitiba/PR - 07/03/2012

_____________________________________________________________________________________________________

Ministro da Educação nega provimento para cursos de medicina em Pato Branco(PR) e Macapá(AP)

Nos termos do art. 2 o da Lei no 9.131, de 24 de novembro de 1995, o Ministro de Estado da Educação, HOMOLOGA o Parecer no 354/2011, da Câmara de Educação Superior do Conselho Nacional de Educação, nos termos do artigo 6º, inciso VIII, do Decreto nº 5.773/2006, que conhece do recurso para, no mérito, negar-lhe provimento, mantendo os efeitos da Portaria SESu nº 1.131, de 19 de agosto de 2010, que indeferiu o pedido de autorização para o funcionamento do curso de graduação em Medicina, bacharelado, pleiteado pela Faculdade de Pato Branco, instalada à Rua Benjamin Borges dos Santos, no 21, bairro Fraron, no Município de Pato Branco, no Estado do Paraná, mantida pela Associação Patobranquense de Ensino Superior S/C Ltda., com sede e foro no mesmo Município e Estado, conforme consta do Processo no 23001.000161/2010-79, Registro SAPIENS no 20060008318.


Nos termos do art. 2º da Lei no 9.131, de 24 de novembro de 1995, o Ministro de Estado da Educação, HOMOLOGA o Parecer no 465/2011, da Câmara de Educação Superior do Conselho Nacional de Educação, nos termos do artigo 6º, inciso VIII, do Decreto nº 5.773/2006, que conhece do recurso para, no mérito, negar-lhe provimento, mantendo os efeitos da decisão exarada pela Portaria SESu nº 2.397, de 22/12/2010, publicada no DOU em 5/1/2011, que indeferiu o pedido de autorização para o funcionamento do curso de Medicina, bacharelado, que seria ministrado pelo Instituto Macapaense de Ensino Superior, localizado na Rua Jovino Dinoá, nº 2.085, Centro, no Município de Macapá, Estado do Amapá, mantido pelo Instituto Macapaense de Ensino Superior, com sede no Município de Macapá, no Estado do Amapá, conforme consta do Processo nº 23001.000036/201-40.

ALOIZIO MERCADANTE OLIVA

 

DOU 07/03/2012 - página 11 - Seção 1


TAGS