Escolas Médicas do Brasil

Qualificando faculdades pela concorrência de seus vestibulares

 21/03/2007

Escrito por LEANDRO FIGUEIREDO (ARGENTINA)

Ola... caros Drs e Futuros Drs ...
Gostaria que este texto fosse lido por todos pois vou falar de um assunto polemico...
Lendo aqui e ali, em forums publicos e etc., vejo que a grande maioria dos alunos de medicina qualificam uma faculdade pela concorrencia de seus vestibulares. Concordo com o maravilhoso glamur desta etapa, mas acho que quando o assunto é se sacrificar para cuidar da saude do proximo existem muitos e muitos temas a se tratar. Nao adianta uma faculdade ter o vestibular MAIS concorrido do Brasil, tendo os MELHORES professores do Brasil se o ALUNO nao tem interesse em intender que "a materia da prova da semana que vem" nao é uma nota a mais para passar de ano, e sim, uma parcela de um conhecimento que vai ser utilizado as vezes até para salvar a vida de alguem.
Apos esta breve introduçao vou me apresentar, e contar um pouco sobre o que quero falar. Meu nome é Leandro Figueiredo e estou cursando o setimo semestre de Medicina ... na Argentina.
Agora esqueçamos os Tabus. Eu sei caro leitor,a primeira coisa a vir a sua cabeça neste momento é "Pff... Argentina? Nem tem vestibular para entrar". Eu respondo "Nao... nao tem...", MAS...sim existe OUTRO processo seletivo; é um curso "nivelador" de 3 meses de duraçao com 3 provas diarias, onde o aluno que obter 65% das provas APROVADAS, ganha o direito de realizar um exame onde os 72 primeiros colocados estarão aptos a cursar a carreira.
O curso é baseado no sistema internacional de acompanhamento de casos, oque significa menos carga horaria, e muito mais horas de estudo, sem contar claro uma cobrança DURA.
O sistema avaliativo é realizado com provas diarias, que te levam a uma prova cumulativa trimestral, e, a somatoria destas 3 provas cumulativas te classificam para uma prova final dividida em 3 etapas;
1 prova teorica, 1 prova pratica e 1 prova oral, as 3 com todo o conteudo do ano e divididas por cada cadeira.
O sistema avaliativo é o mais cruel, os alunos são proibidos de estudar por apostilas e por resumos, SEMPRE pelos doutrinadores de cada materia(Moore, Guyton, ...), e, a pauta é "A vida de terceiros vai depender de seus conhecimentos, ou seja, se nao souber TUDO... nao vai aprovar". Por isso o indice de repetencia é ALtissimo, tomamos como exemplo a turma do 3º ano do ano passado : 146 desaprovados. Ou melhor, que tal esta relação : "A cada ano se matriculam 450 alunos, e se formam 12(doze)!!!"
Voces devem estar se perguntando do "PORQUE DIABOS" estou falando tudo isso ? Simples... Eu, e meus amigos "Fujões do Vestibular", cada um temos nossas razões para estarmos aqui; e sentimos uma PROFUNDA tristeza ao sermos MARGINALIZADOS porque nao passamos pela mesma prova de admissão que os alunos Brasileiros.
E afinal oque que nos queremos ? Simples! ser ouvidos, E PRINCIPALMENTE AVALIADOS... Nao importa qual é o metodo, Nos queremos a chance de provar que fomos bons o suficiente para sermos aceitos como MEDICOS num país que apoio Politico e elite falam mais alto!
Provavelmente haverão muitas respostas relacionadas a este depoimento e tentarei responder a todos. Desculpem-me a estrutura do texto, mas optei por uma forma mais "falada"... qualquer duvida ou critica meu e-mail esta aí em cima!
Grato
LEANDRO FIGUEIREDO

TAGS