Escolas Médicas do Brasil

Ministro Padilha, da Saúde, quer revalidar diploma de médicos formados em Cuba

 31/03/2011

Padilha quer revalidar diploma de médicos formados em Cuba

Segundo Vanessa, cerca de 400 profissionais brasileiros formados na Ilha querem revalidar seus diplomas. 

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, elogiou a qualidade do ensino da Escola Latino Americana de Medicina (Elam) em Cuba e disse que os brasileiros que estudam na instituição devem ter os seus diplomas revalidados para trabalhar em estados brasileiros onde há carência de profissionais nessa área.

Alexandre Padilha discutiu o assunto nesta terça à noite (29), em Brasília, com a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB) e o embaixador cubano no Brasil, Carlos Zamora. 

O ministro quer que as universidades brasileiras assinem convênios com a Elam para promover intercâmbio entre professores visando à complementação curricular. A Universidade Estadual do Ceará é a única do país que aceita alunos formados em Cuba. A ideia é que os profissionais trabalhem principalmente no interior dos estados. Estima-se que mais de 600 municípios estão sem médicos.

"Esse é o primeiro passo (convênio) porque facilita muito o reconhecimento do diploma. Há um interesse nosso em aprofundar as relações entre os dois países e o caso da Elam está sendo tratado de forma diferenciada", disse o ministro.

A senadora Vanessa Grazziotin, que ficou incumbida de articular junto a Universidade Estadual do Amazonas (EUA) uma aproximação com a Elam, disse que aproximadamente 19 indígenas do Amazonas estão prestes a se formar em Cuba e que seriam muito úteis no interior do Estado. 

Segundo Vanessa, cerca de 400 profissionais brasileiros formados na Ilha querem revalidar seus diplomas. "Há um interesse muito grande daquele país em nos ajudar nessa área tanto que o embaixador Zamora acena com a possibilidade de aumentar o número de vagas para alunos brasileiros naquela instituição", disse a senadora, que coordena no Congresso Nacional o Grupo Parlamentar Brasil Cuba.

O embaixador Carlos Zamora disse que não haverá problemas para estabelecer convênios entre a Elam e as universidades brasileiras. "O Brasil necessita de profissionais dessa área e temos condições de incrementar essa parceira", disse ele.

Da Assessoria de imprensa da senadora Vanessa


TAGS